Você sabia que existe copo certo para beber cerveja?  Existem inúmeros tipos de taças e copos de cervejas e cada um tem suas particularidades e serve para um determinado estilo de cerveja. Com o Dia dos Pais chegando, um ótimo presente é um kit de cervejas artesanais e um conjunto de taças. Para te ajudar a escolher o copo ou taça certa e tornar a degustação do seu pai completa, fizemos um guia com as principais variações de copos e taças para você. 1. Pint Pint, na verdade, é uma medida, que corresponde a 473ml. É também um copo de cerveja versátil . O copo Pint possui a base mais estreita que a boca e alargamento logo abaixo da abertura. É o modelo mais popular nos pubs europeus por permitir beber vários tipos de cerveja e em grande quantidade. É ideal para: stout e suas variações, lagers de diversos tipos, IPA e suas variações, porter e suas variações, brown ale e Scotch ale.   2. Weizen Como o próprio nome já diz, é ideal para cervejas do tipo Weiss, as de trigo.  De boca larga para comportar também o colarinho formado pela espuma das cervejas de trigo, essas taças recebem 500 ml da bebida. Exclusivo para cervejas de trigo como Weiss, Weizen, Weissdunkel e Weissbock.   3. Mug Um clássico dos  pubs , as canecas são copos robustos, pesados e mais grosseiros. Têm um pegador lateral, que previne a transferência de calor das mãos para a cerveja.  Muito usada para servir   chope ou cervejas vendidas na pressão. Ideal para: estilos clássicos ingleses, alemães, irlandeses e americanos.   4. Trapist Tipicamente utilizados pelos mosteiros trapistas, esses copos são objetos de desejo nas rodas cervejeiras. Inspirados em taças de champanhe e muito semelhante ao bolleke, possuem boca larga e fundo raso. Essas características servem para valorizar ainda mais as cervejas frutadas e mais complexas, como é o caso das belgas especiais.   5. Tumbler O Tumbler também é um copo robusto, com paredes grossas de vidro, que ajudam a evitar que o calor das mãos passe para a bebida. É bastante usado para o serviço de Witbier, a cerveja de trigo belga, e normalmente possui capacidade de 410ml.   6. Goblet O Goblet é o copo ideal para apreciar uma cerveja encorpada, como as belgas, de formulações complexas.  O formato lembra uma tigela, com a boca bem larga, permitindo goles generosos. A boca desses copos foi projetada para manter uma espuma de 2cm. Esse tipo de taça é ideal para: Belgian IPA, Belgian Strong Dark Ale, Berliner Weisse, Dubbel, Tripel e Quadrupel.   7. Americano Com cerca de 190 ml, é o mais pedido para uma boa botecagem com cervejas mais leves dos estilos American Lager, Pilsen e Light Lager. Uma curiosidade é que ele tem o nome de copo Lagoinha em Belo Horizonte, uma das únicas partes do Brasil que não adere ao termo copo americano.   8. Pokal Essa é uma das taças mais comuns e considerada a universal para degustação de cerveja. Sua forma favorece a preservação de espuma, o aspecto transparente e brilhante da cerveja e também a saída de perfumes a cada vez que se toma. Pode ser encontrada em diversas variações, mas sempre com uma haste de sustentação e um leve estreitamento da boca que retém os aromas de difícil percepção. Tornou-se popularmente conhecida, principalmente, pela sua elegância, que valoriza a cerveja. Mesmo sendo considerada a coringa para todos os estilos de cerveja, as mais indicadas para essa taça são as carbonatadas, claras ou escuras, como Lagers em geral e algumas Bock e Witbier.   9. Tulipa De corpo arredondado, sustentado por uma haste curta e um pé circular, seguido por uma curvatura côncava até a boca, lembrando o formato de uma flor tulipa. Foi desenhado para exaltar os aromas e sabores dos estilos clássicos belgas, mas também funciona muito bem para outras estilos maltados e lupulados.  Considerado excelente para os estilos Belgian Strong Ale e Doppelbock.   10. Lager Quando você vai num barzinho e pede um chope, provavelmente é nesse copo que vai vir. Esse copo contribui para a formação e manutenção da espuma devido a base estreita que fica mais larga do meio para cima. Seu formato permite uma boa visualização de cervejas cristalinas e douradas.  Além do chope, vai bem para algumas cervejas do tipo Pilsen, American Lager e Light Lager. Agora que você conhece os principais copos de cerveja e alguns estilos que combinam com cada um, fez sua lista de compras com os que estão faltando na coleção do seu pai? A experiência de tomar uma cerveja é muito intensa e única, e passa diretamente pelo copo (literalmente) por isso, presenteie seu pai com a coleção certa de taças para que ele deguste cervejas na taça certa e eleve o potencial do sabor a outro nível! Clique aqui e confira nossas opções de presentes para o Dia dos Pais.
Seja para comemorar alguma conquista, esquecer as dificuldades no trabalho ou curtir momentos de lazer com os amigos, nada melhor do que fechar um dia longo e cansativo com um happy hour. Não é necessário semanas de planejamento para que seu happy hour saia dentro do que você quer. É preciso apenas um pouco de organização. Em um happy hour em casa, o mais importante é a praticidade – e acredite: ninguém vai ficar reparando pequenos detalhes. O que seus amigos querem de verdade é uma comidinha gostosa, uma bebida e um bom papo. Assim, a regra única para um bom happy hour: você não precisa exagerar em nada! A descontração é a palavra de ordem. Obviamente o seu happy hour não precisa ser desleixado, mas também não é necessário fazer algo cheio de pompa e circunstância. Independente se você é fã de uma cervejinha gelada ou um vinho encorpado, selecionamos alguns petiscos que podem acompanhar seu happy hour.   1. Amendoim Clássico em uma reunião entre amigos, o amendoim pode ser degustado de muitas formas: doce ou salgado, com pele ou sem pele e coberto com ervas finas ou pimenta, por exemplo. Para servir, distribua as variedades em potinhos diferentes.   2. Patês com torradas Você pode fazer os patês ou comprá-los no supermercado. De qualquer modo, basta escolher duas ou mais opções de sabores. Os patês são práticos, pois não precisam sair do pote e vão direto à mesa, bastando apenas uma espátula para servi-los com torradas crocantes.   3. Guacamole Receita típica mexicana, o guacamole apresenta o abacate de uma maneira que nós, brasileiros, não estamos acostumados a comer. Misturado com temperos como coentro, limão, tomate e cebola, o abacate amassado é uma opção refrescante e saborosa para ser servida com wraps, torradas e nachos.   5. Mix de castanhas Amendoim, pistache, castanha-de-caju, castanha-do-pará, uva passa, avelã e amêndoa. Esse mix de castanhas, grãos e frutas secas é um sucesso e serve como um excelente petisco entre uma cerveja e outra, enquanto você e seus amigos contam as histórias mais engraçadas da turma.   6. Queijos e frios Que tal uma tábua de queijos e frios? A dica é montar uma mesa bem diversificada: em vez de gastar muito com uma peça grande de queijo, opte por peças pequenas e de variados tipos. Corte os queijos em cubos e sirva-os com diversas opções de frios, como presunto, mortadela e salame.   7. Chips de raízes com sal de limão picante Com uma cerveja gelada, nada como beliscar uns chips. Melhor do que comprar é tal fazer sua própria combinação de raízes. Escolha a raíz de preferência dos seus convidados, corte-as em lascas finas e frite-as. Para arrematar, salpique sal com raspas de limão e páprica picante.  Como você pode perceber, fazer um happy hour divertido não é nenhum bicho de sete cabeças. Pelo contrário: é simples e não requer listas e mais listas de planejamento. Mas um dos destaques de um happy hour é justamente a informalidade com que tudo é consumido. Nada de muita coisa, muita louça. Por isso, é essencial ter os itens certos para servir. A dica, então, é investir em peças de altíssima qualidade e ter o melhor custo x benefício. Clique  aqui e confira opções práticas para servir e encantar. 
Apesar do frio já estar dando as caras há algumas semanas, o inverno começa, oficialmente, 21 de junho. Assim que os termômetros começam a baixar, nada melhor que uma deliciosa sopa para aquecer. Seja de legumes, carnes ou massas, ou até mesmo as que levam ingredientes mais inusitados, a sopa é uma ótima pedida para as estações mais frias. Pensando nisso, separamos 3 receitas de sopas que são práticas e deliciosas para espantar o friozinho desta estação. 1. Sopa de abóbora e gengibre Ingredientes: 1/2 kg de abóbora sem casca; 2 colheres de sopa de gengibre ralado; 1 cebola pequena; 1 dente grande alho; 1 cubo de caldo de galinha; Sal a gosto; Azeite de oliva a gosto; Gergelim torrado a gosto;   Modo de preparo: Cozinhe a abóbora, a cebola, o alho e o gengibre em 1 litro de água. Bata no liquidificador e passe numa peneira grossa para tirar os fiapos do gengibre. Volte À panela, coloque o cubo de caldo de galinha, azeite de oliva a gosto e mexa por uns 5 minutos em fogo baixo. Experimente o sal e veja se está a gosto, pois o caldo de galinha já é salgadinho. Ao servir, polvilhe o gergelim torrado.   2 - Sopa de tomate, maçã e curry   Ingredientes: 1 kg de tomate maduro; 1/2 colher (chá) de curry; 2 unidades de maçã grandes; 200 ml de creme de leite light ou iogurte desnatado; 5 pitadas de sal.   Modo de preparo: Em uma panela, coloque o caldo de legumes, o tomate e o curry deixando cozinhar. Retire da panela, bata no liquidificador e passe por uma peneira. Retorne para a panela, acrescente o creme de leite light e o sal. Sirva em tigelinhas decorando com um cubo de maçã espetada em palito longo.   3 - Sopa cremosa de ricota Ingredientes: 1 fatia grossa de ricota; 1 cebola; 1 brócolis cozido; 2 dentes de alho; 3 colheres de sopa de salsinha; 1 colher de sopa de amido de milho; 1 xícara de caldo de galinha; 1 xícara de leite desnatado; 5 xícaras de água.   Modo de preparo: Cozinhe o alho e a cebola com água e o caldo de galinha até ferver. Adicione o leite e o amido já dissolvido e deixe engrossar. Apague o fogo e reserve. Coloque a ricota picada nos pratos e despeje a sopa. Polvilhe com salsinha e adicione os buquês cozidos de brócolis. Gostou das sugestões de sopas? Você conhece alguma receita de sopa perfeita para o inverno? Coloca nos comentários!
Para decorar os ambientes da casa é muito importante pensar em elementos que transmitam a sensação certa.  Os vasos decorativos são uma parte importante do projeto de decoração de uma casa ou apartamento. Eles podem se apresentar com ou sem flores e plantas, tudo vai depender do projeto de decoração. Com vários acabamentos, cores, tamanhos e formatos os vasos se encaixam bem em diversos estilos de decoração e muitas vezes se tornam o grande destaque no ambiente.          Com tantos modelos e cores, escolher o vaso decorativo pode se tornar uma tarefa complexa, por isso a primeira coisa que você precisa observar ao escolher um vaso decorativo é qual o estilo de decoração o ambiente possui e qual objetivo você pretende alcançar com o vaso decorativo, afinal, eles podem ser utilizados para se tornar o grande destaque da decoração ou se preferir, eles podem entrar em harmonia com o restante da decoração dando um toque especial ao ambiente. O espaço disponível em um cômodo também pode ajudar na sua decisão, ambientes com pouco espaço parecem menores quando ornamentados com vasos de porte grande, por isso a dica é optar por pequenos vasos espalhados em mesas de apoio ou centro, estantes e bancadas, trazendo mais delicadeza ao ambiente. Já espaços amplos são perfeitos para receber vasos grandes, com ou sem plantas, que normalmente são inseridos próximos a cantos de parede e corredores. Vale ressaltar também que os vasos decorativos nem sempre precisam ter plantas, já que eles podem se destacar por si mesmos. Contudo, o uso de plantas e flores tende a trazer mais detalhes à composição, muitas vezes complementando e destacando ainda mais a beleza dos vasos. Se a opção for por misturar vasos decorativos e plantas, é preciso lembrar que essa etapa também demanda atenção. Depois que o modelo do vaso foi escolhido de acordo com o ambiente, escolhe-se a espécie vegetal, que não pode destoar do vaso.  Por fim, vale lembrar que a grande tendência é utilizar a criatividade na hora de escolher o seu vaso . E você, usa vasos decorativos nos ambientes da sua casa?
O almoço Páscoa é uma tradição para a maioria das famílias e deve ser o momento para reunir todas as pessoas queridas e comemorar a Páscoa. Sendo assim, é mais do que necessário caprichar no cardápio e na  decoração da mesa . Ainda que você deixe para cozinhar na última hora, é possível ser criativo e elaborar um menu saboroso. Confira nossas 4 sugestões de cardápios rápidos, práticos e saborosos para servir e impressionar.   1 - Bacalhau com azeitona preta e purê de mandioca O tradicional bacalhau não pode faltar na mesa do almoço de Páscoa. Nesta receita, o peixe é servido com azeitonas pretas e purê de mandioca.   2- Filé de robalo assado com uva e amêndoa Se a vontade da família for apresentar outro peixe à mesa que não seja o bacalhau, uma opção é oferecer o robalo a seus convidados. Nesta receita, o peixe é servido com uvas e amêndoas.   3 - Risoto de camarão Não quer comer peixe, mas, ainda assim, gosta de frutos do mar? Com poucos ingredientes, você consegue fazer um risoto de camarão digno de restaurante.   4 - Frango pizzaiolo Essa é uma receita em que filés de frango são grelhados e depois levados ao forno com tomate, queijo e orégano, por isso o nome da receita. O preparo é bem simples, mas rende um prato que parece ter levado horas para ficar pronto.   5 - Frango xadrez O frango xadrez é um prato oriental bem conhecido e que não tem um preparo muito complicado. A carne é cortada em cubinhos, combinada com um molho a base de shoyu, pimentões, brócolis e amendoim. O resultado é uma refeição cheia de cores e sabores, ideal para um almoço com a família reunida.   6 - Escondidinho de frango com purê de batata Fazer um escondidinho em um almoço de domingo é uma opção bem original. De forma simples, é só fazer um purê de batatas com frango desfiado e queijo em cima para dar aquela crocância.   O que achou das sugestões de cardápio para o almoço de Páscoa? Desejamos que aproveite muito bem com a sua família!
© Copyright 2019 | Bahia Fashion Casa - Todos os direitos reservados